O protocolo IP - MAX dicas | Tech

terça-feira, 27 de março de 2018

O protocolo IP

Segundo o Programa Darpa Internet Protocol (1981), o IP (Internet Protocol), foi projetado para o uso em sistemas interconectados, através de uma comutação de pacotes.


Cada máquina conectada na rede é chamada de host, e é capaz de oferecer serviços, informações e aplicações para usuários. O IP é uma peça fundamental da Internet, pois ele é capaz de criar endereços para host conectado, para que possa ser feita uma comunicação entre redes diversas.
De forma genérica pode-se entender que o IP é uma identificação de um host qualquer na rede. E cada um destes dispositivos possuem um IP único, ou seja, duas máquinas conectadas a Internet não possuem o mesmo endereço IP.
De acordo com Pedrozo (2014), alguns fatores como o esgotamento de endereços, aumento da tabela de roteamento, não possuem mecanismos de segurança nativo para os dados transmitidos pela rede, e com o atual cenário tecnológico que vivemos, o IP na versão 4 (IPv4) já está defasado, pois a demanda é grande e muitas coisas ainda tendem a estarem conectadas na rede, como será apresentado na seção 3.9 sobre a Internet das Coisas.
O endereço IPv4, é um número de 32 bits escrito com quatro bytes, e possui um formato decimal como exemplo, "192.168.0.1". Uma rede específica na Internet é identificada pela primeira parte do IP, a segunda parte identifica um host que faz parte desta rede. É importante ressaltar que um endereço IP não significa que há uma máquina individual conectada, mas uma conexão à Internet.
A distribuição dos números IPs é feita por entidades que se responsabilizam por esta tarefa, uma destas entidades é a IANA (Internet Assigned Numbers Authority) que criou classes para a divisão de endereços, conforme Tabela 1 para evitar desperdícios.

Com os fatores citados acima, principalmente pelo esgotamento de endereços, surgiu o protocolo IP na versão 6, que utiliza 128 bits de endereçamento, proporcionando 3,4x10^38 novos endereços, permitindo também que cada host utilize um único IP.

Leia também: O protocolo TCP

Referências 




Nenhum comentário:
Write comentários